Namorando um md

Sim, pode-se buscar um PhD ou até mesmo um pós-doutorado após o MBBS. É uma opção ideal para quem está disposto a dedicar-se solenemente à pesquisa, embora se você estiver procurando por um PhD em fisiologia, fazer seu jr ou MD mais cedo será uma opção melhor, pois você pode e terá que Escreva uma tese para ajudá-lo a ter uma melhor chance de reservar um lugar em uma faculdade ... 1 - Pra começar, conheça os minérios do Minecraft na vida real: 2 - Quando você joga uma poção de invisibilidade nas ovelhas, os pelos continuam visíveis. 3 - Se você encontrar um Spider Jockey quando está chovendo, o esqueleto vai atirar flechas em você, mas a aranha não faz... Read I - Capítulo from the story Me diga by lucianabezerra9634 (Luciana Bezerra) with 91 reads. romance, casal, viagem. Estava em plenas férias escolares mex... Tenho um Mini Disc Sony, um verdadeiro deck, gravei alguns discos emprestados e agora gostaria de converter esse material para cd, mp3 ou outro formato que toque em cd. Alguem sabe como conectar o Mini Disc num PC? Pensei em vender esse deck, mas como não vai ter interessando vou continuar usando, pois é um excelente aparelho. mÉtodo md - seduÇÃo feminina Personal Development Online Courses and Subscription Services Para quem o curso é ideal: Mulheres solteiras, que já foram casadas ou não, ou mesmo que nunca tiveram um relacionamento, e que se sentem sozinhas; Você é um namorado perfeito, não tenho dúvida nenhuma em relação a isso. Vivo tentando encontrar palavras para te descrever, mas nada chega tão perto, e o que mais se aproxima é: perfeição. Ninguém é perfeito até que você se apaixone por essa pessoa. A atriz já participou de várias séries e filmes, como Smart Guy, House MD, CSI: Crime Scene Investigation, The Cleveland Show, Person of Interest, entre outros. Além disso, ela ganhou um Globo de Ouro em 2016 para o Melhor Desempenho de uma atriz em uma série de televisão (Drama) para seu personagem Cookie em Empire.

O mundo dá voltas, meu amigo

2020.07.31 01:33 Felicity4Now O mundo dá voltas, meu amigo

Oi queridos, tudo bom com vcs? Essa é minha primeira vez no reddit, mas fiz o login mais pra desabafar essa história que está pesando demais pra mim. Postei essa história em outra pagina, mas vou postar nessa tbm. Quem não gosta de histórias deprimentes e longas, pule esse post.
Tudo começou faz 2 anos, em 2018, qdo eu fui para o oitavo ano e resolvi me mudar de colégio pq eu não me dava bem com os colegas da escola anterior (quer dizer, sempre fui meio excluída em todas as escolas que estudei mas enfim). Para a minha surpresa, o pessoal desse colégio aparentemente tinha me aceitado e fiquei mto feliz, finalmente tinha me sentido incluída na escola, deu até um alívio. Mas bem, a história não eh exatamente sobre isso, é sobre oq eu vivi com um amigo meu, vamos chamá-lo de Clóvis. Nunca tinha tido amigos piá, mas nesse ano foi diferente, me dei melhor com os piá do q com as guria. E para a minha surpresa, Clóvis foi, e sempre será, meu melhor amigo, por mais q ele tenha até me esquecido.
A primeira vez q vi Clóvis, ele já me atraiu, sim gente, comecei a ter um crush nele, mas eu ignorei, achei q era coisa da minha cabeça. Enfim, no início, Clóvis era uma pessoa super legal, extrovertida, gente boa, zuera, e foda kkkk. Mas... dps eu descobri q ele tinha depressao, hj eu entendo q a maior parte das pessoas q riem dms são as mais tristes por dentro... sei pq isso aconteceu cmg tbm, mas vou deixar isso pro fim. Por conta da depressao, tentei ajudar Clóvis de todas as maneiras possiveis, dava conselho, brincava com ele, tentava animar ele, mas ele sempre tentava se matar, sem sucesso graças a Deus. Mas isso fez com q meus sentimentos ficassem confusos, pq eu n queria, tipo, namorar alguem baixo astral, já q eu era tbm. Eu sei exatamente oq vcs estão pensando agora, sou uma ignorante msm, eu concordo, n precisam ficar jogando na minha cara pq eu já sei blz?
Enfim, como eu tava mto confusa, acabei me enganando e achei q estava gostando de um amigo dele (vamos chamá-lo de Roberto). Roberto era um cara foda tbm, gente finíssima, alegre e tals, até q ele me pediu em namoro no mês de Maio, mas eu recusei. Dps, Clóvis me pediu em namoro, e eu recusei tbm, n queria arranjar encrenca entre os 2. Mas, no final do mês de Agosto do msm ano, começou a merda. Eu n me lembro mto bem o motivo, porem briguei feio com Clóvis e comecei a namorar o Roberto. SIM, oq eu n queria aconteceu, treta total meus amigos. Vcs devem estar pensando: “mds q BURRA”, pse, eu tbm penso isso de mim tá? Mas n dá pra eu voltar no tempo.
Assim, o namoro q eu tive com o Roberto foi meio q uma amizade colorida (pra vcs terem uma ideia, se beijamos apenas 2 vezes em 8 meses ksks). Na fase auge do namoro, entre Agosto e Outubro, Clóvis continuava brigado cmg, até pq dava pra ver q ele tava super puto cmg por n ter sido aceito, se sentiu trocado e humilhado (tá gente, eu tava confusa, n taquem pedra em mim pq eu já taquei um monte já, pfv). Mas dai no final de Outubro a gente conseguiu fazer as pazes e continuamos bons amigos, junto cmg namorando o Roberto.
Outro ano se passou e todos continuamos estudando na msm escola, ou seja, continuou essa msm confusao, msm com tudo resolvido. Até que, no final de março de 2019, terminei com Roberto, pq ele tinha sido mto imaturo cmg e eu n permiti mais isso, e percebi q n fazia sentido eu ter namorado ele, até pq eu descobri mta coisa ruim dele tbm, mas n vamos entrar em detalhes (caso queiram saber, eu continuo amiga de Roberto hj em dia, pq odeio guardar mágoas das pessoas, ou eh pq sou mto trouxa, enfim).
E dps disso, Clóvis ataca novamente. Ele começou a me paquerar, quer dizer, ele nunca parou, mas foi mais forte dessa vez, e a gente foi contruindo uma relacao ao longo do ano, uma relacao mto, mas mto forte. Continuávamos bons amigos, mas a gente era REALMENTE melhores amigos mais aquele lance de paquera, até pq descobri q nunca tinha parado de gostar dele. (ss, Roberto aparentemente levou um chifre discreto, mas n vamos entrar em detalhes).
Continuando, eu infelizmente tive q mudar de colegio, por conta dos professores, q por mais q eu tirasse nota 10 nas provas eles me humilhavam junto com todo mundo, e por conta das minhas amigas, q andavam me excluindo do grupo delas. Mas minha amizade com o Clóvis foi longe dms, eu acabei dando mto em cima dele sem nem perceber direito e ele se iludiu cmg. No final do mês de Novembro, ele me pediu em namoro.... e advinha oq eu falei? NÃO Serio gente, eu disse não. Ai ai, nem eu creio, mas vamos continuar. Eu disse não por vários motivos, entre eles: 1- Não podia namorar, principalmente pq meus pais n deixam e meio q peguei trauma da historia com o Roberto (chorava todo dia pq odeio mentir, me fez mto mal); 2- Tinha medo q ele se revelasse pra mim e me magoasse, até pq ele eh super negativo e enfim; 3- medo de aceitacao da familia dele; 4- paranóias; 5- medo de começar o namoro e dps ele me largasse; 6- trauma do Roberto; 7- Ficar com depressao por conta do namoro, até pq eu fico mal vendo ele mal; 8- me arrepender.
Tá, podem parecer motivos absurdamente imaturos, mas se coloque no meu lugar, eu sou imatura gente, dclp.
Logo, Clóvis ficou de mal cmg por uma semana, n soube como aceitar aquilo. Mas dai, ele aplicou o golpe baixo dps, o mar diminuiu e dps veio o tsunami, se eh q vcs me entendem.
Ele resolveu q queria ser meu amigo dnv dps de uma semana brigado cmg. Eu achei estranho, mas aceitei ele de braços abertos, ate pq odeio guardar rancor, como disse anteriormente. Mas... ele nunca mais foi o msm, ele ficou mto estranho cmg a partir dai. Ele começou a me sacanear, a zoar dms cmg, mas achei q era coisa da minha cabeça e entao deixei neh.
Até q, no inicio de Março de 2020, era meu aniversario, e Clóvis sabe q eu amo comemorar nesse dia pq adoro festas. Entao, ele simplesmente me bloqueou. Eu n entendendo nada, fui falar com o irmao dele perguntando se tinha acontecido alguma coisa com o Clóvis, e ele me falou q Clóvis estava bravo cmg por conta do q eu fiz. Como já tinha se passado meses, eu achei q ele tinha já superado tudo isso, mas n.
Bem gente, foi ai q veio o tiro. Dps de horas sem me responder, ele me vem me desejando feliz aniversario, me chamando de corna tbm (ele tinha esse costume de me chamar assim por conta do Roberto). Mas eu n curtia mto isso, na maioria das vezes ignorava. Eu fiquei tao triste com aquilo, pq poxa, eu achei q tinha acontecido alguma coisa seria com ele ou q ele tava com raiva de mim, entao, bloqueei ele e fiquei sem falar com ele ate o final do mês. Mas já n aguentava mais, eu amava aquele cara (por mais q eu tenha feito mta coisa ruim). Perguntei pro irmao dele se estava tudo bem com Clóvis, e ele disse q ss.
Logo, me vem uma amiga dele me mandando direct pelo Insta e me falando q ele queria falar cmg. Pensei bem, e como n gosto de guardar rancor, desbloqueei ele. Se eu pudesse voltar no tempo, n teria feito isso de jeito nenhum gente, pq oq aconteceu dps parte meu coracao ate hj.
Conversei com ele e ele falou tudo oq eu queria ouvir, q sentia mto e q ele havia agido com mta imaturidade, disse q eu tava confusa com meus sentimentos e q ele devia ter me entendido antes. Ai gente, eu tinha ficado tao, mas tao orgulhosa dele! Qdo ele falou tudo aquilo, eu senti um alivio, até pq eu n precisava mais sentir aquela pontada de culpa q eu sentia todo dia. Q nada gente, o pior foi dps...
Uma semana se passou, e ele me bloqueou, sem deixar rastros. Fui perguntar pra amiga dele pq q ele tinha feito aquilo, e ela jogou um balde de agua fria em mim. Disse q eu n entendia nada e q eu tinha colaborado pra depressao dele, q eu só fiz mal pra ele e q eu devia me sentir arrependida diante disso. Eu como qualquer ser humano, tentei me defender na hora, tentando achar razao em mim, mas dps de uns meses percebi q realmente, eu sou uma monstra.
Pedi pra ele me desbloquear pra gente conversar, e foi uma burrice. Ele falou q eu tinha arruinado grande parte da vida dele e q eu q joguei ele no inferno q a vida dele eh, e mto mais coisas ruins q vcs n precisam saber.
Eu me senti acabada, principalmente pq a gente tava tao bem e eu achei q a gente ia conseguir seguir em frente sabe? Eu tinha esperança daquela amizade maravilhosa continuar com tudo. Achei q a gente ia festejar mais festas juninas, zoar, sair pros rolê, se divertir, cheirar pó de giz (KKKKK), entre outras coisas aleatorias. Sabe, eu amava mto ele, mas dps disso tudo oq eu fiz, era de se esperar q ele ia me dar esse tiro.
No inicio, eu tentei me esquecer dele, xingar ele, pensar coisas ruins sobre ele, tentar botar a culpa nele. Achei q em umas semaninhas ele ia voltar pra mim, mas n, ele sumiu...
Ate q, com esse sumiço, comecei a me dar conta do q q eu realmente fiz. Como pude ser tao cruel? Só pensar nos meus sentimentos e n nos dos outros? Como q eu consegui agir achando q era certo qdo na vdd era errado? Gente, eu comecei a me sentir, tao, mas TAO culpada, q a culpa até dói.
Eu sei q vcs devem ta pensando: “Ta, fez e recebeu, eh lei do retorno, lei da acao e reacao”. Mas gente, eu tava tentando ser feliz uma vez na vida, tava tentando ser aceita, e isso nunca tinha acontecido cmg e me confundi dms. Achei q tava fazendo o melhor qdo na vdd eu n deveria ter namorado ninguem isso sim. Mas eu n posso voltar no tempo...
Enfim, abril e maio se passaram, e eu comecei a manifestar sintomas de depressao, por conta das coisas da escola, por conta da cobrança, e principalmente, por conta dessa situacao, pq comecei a sentir mta culpa msm. Fiquei doente do estômago por conta de tudo isso e ainda to meio mal, n consigo comer como antes tbm. Tentei falar com Clóvis umas dezenas de vezes, mas msm assim n tinha papo.
Até q junho começa e me chega uma solicitacao no direct do Insta, era uma menina (vamos chamar ela de Folks), me pedindo dicas pra gravar videos, ate pq eu posto mto video no Insta pra ver se eu me esqueço de tudo isso. Comecei a conversar bastante com ela, principalmente pq ela eh incrivelmente incrivel. Ate q um dia eu tava bem bad e falei sobre todos os meus problemas com ela, e ela me disse... q ela era amiga do Clóvis.
Na vdd sempre desconfiei q ela era amiga dele, por conta de varios motivos, mas n vou ser especifica. Mas n deixou com q eu n ficasse em choque com Folks. Desde entao, ela tem tentado me ajudar a superar isso, conseguiu convencer Clóvis a falar cmg e enfim.
As conversas q eu tive com Clóvis, mais pioraram do q ajudaram, até pq ele dizia q me perdoava, mas q n conseguia nem falar cmg e nem voltar a ser meu amigo. Eu entendo ele pq nem eu to aguentando mais a minha presença. Mas, isso n deixou de doer em mim... E qdo ele me disse q tinha conseguido me esquecer e conseguiu me trocar pela Folks, foi a gota d’água...
Sabe, eu n sabia q eu podia ser trocada como um objeto, achava q era coisa da minha cabeça. Mas ele me trocou, e pela Folks ainda, q eu considerava e considero uma grande amiga...
Ah, o pior n foi isso q ele me falou. O pior foi qdo ele me disse q no inicio da nossa amizade, ele tinha intencoes ruins cmg... não, n eh relacionado a sexo ou coisa do tipo, eh coisa mais sombria. Eu n sei bem falar oq eh pq ele n foi mto especifico, mas isso me doeu tanto, pq eu sempre desejei o bem dele, por mais q eu tenha feito mta besteira com ele...
Entao gente, se eu n tivesse feito tudo isso, será q ele teria feito alguma coisa cmg? Eu sou a culpada ou ele? Nós 2 somos culpados? Eu devo me humilhar pro resto da vida? Ele q tem q se humilhar? Oq q eu devo fazer agora? Essas são duvidas q eu tenho, quem puder esclarecer ou tentar compreender a minha situacao, pfv me ajude. Oq vc faria no meu lugar? Se vc faria a msm coisa q eu, oq faria pra consertar?
Bom, eh essa a minha historia, q ninguem sabe o final... Dclp se foi uma historia mto deprê, mas eh q eu tinha q desabafar em algum lugar, serio msm.
submitted by Felicity4Now to desabafos [link] [comments]


2020.07.29 22:24 Felicity4Now O mundo dá voltas, meu amigo

Olá Luba, editores, papelões mortos e possível convidado que está a ver. Essa é minha primeira vez no reddit, mas fiz o login mais pra desabafar essa história que está pesando demais pra mim. Quem não gosta de histórias deprimentes e longas, pule esse post.
Tudo começou faz 2 anos, em 2018, qdo eu fui para o oitavo ano e resolvi me mudar de colégio pq eu não me dava bem com os colegas da escola anterior (quer dizer, sempre fui meio excluída em todas as escolas que estudei mas enfim). Para a minha surpresa, o pessoal desse colégio aparentemente tinha me aceitado e fiquei mto feliz, finalmente tinha me sentido incluída na escola, deu até um alívio. Mas bem, a história não eh exatamente sobre isso, é sobre oq eu vivi com um amigo meu, vamos chamá-lo de Clóvis. Nunca tinha tido amigos piá, mas nesse ano foi diferente, me dei melhor com os piá do q com as guria. E para a minha surpresa, Clóvis foi, e sempre será, meu melhor amigo, por mais q ele tenha até me esquecido.
A primeira vez q vi Clóvis, ele já me atraiu, sim gente, comecei a ter um crush nele, mas eu ignorei, achei q era coisa da minha cabeça. Enfim, no início, Clóvis era uma pessoa super legal, extrovertida, gente boa, zuera, e foda kkkk. Mas... dps eu descobri q ele tinha depressao, hj eu entendo q a maior parte das pessoas q riem dms são as mais tristes por dentro... sei pq isso aconteceu cmg tbm, mas vou deixar isso pro fim. Por conta da depressao, tentei ajudar Clóvis de todas as maneiras possiveis, dava conselho, brincava com ele, tentava animar ele, mas ele sempre tentava se matar, sem sucesso graças a Deus. Mas isso fez com q meus sentimentos ficassem confusos, pq eu n queria, tipo, namorar alguem baixo astral, já q eu era tbm. Eu sei exatamente oq vcs estão pensando agora, sou uma ignorante msm, eu concordo, n precisam ficar jogando na minha cara pq eu já sei blz?
Enfim, como eu tava mto confusa, acabei me enganando e achei q estava gostando de um amigo dele (vamos chamá-lo de Roberto). Roberto era um cara foda tbm, gente finíssima, alegre e tals, até q ele me pediu em namoro no mês de Maio, mas eu recusei. Dps, Clóvis me pediu em namoro, e eu recusei tbm, n queria arranjar encrenca entre os 2. Mas, no final do mês de Agosto do msm ano, começou a merda. Eu n me lembro mto bem o motivo, porem briguei feio com Clóvis e comecei a namorar o Roberto. SIM, oq eu n queria aconteceu, treta total meus amigos. Vcs devem estar pensando: “mds q BURRA”, pse, eu tbm penso isso de mim tá? Mas n dá pra eu voltar no tempo.
Assim, o namoro q eu tive com o Roberto foi meio q uma amizade colorida (pra vcs terem uma ideia, se beijamos apenas 2 vezes em 8 meses ksks). Na fase auge do namoro, entre Agosto e Outubro, Clóvis continuava brigado cmg, até pq dava pra ver q ele tava super puto cmg por n ter sido aceito, se sentiu trocado e humilhado (tá gente, eu tava confusa, n taquem pedra em mim pq eu já taquei um monte já, pfv). Mas dai no final de Outubro a gente conseguiu fazer as pazes e continuamos bons amigos, junto cmg namorando o Roberto.
Outro ano se passou e todos continuamos estudando na msm escola, ou seja, continuou essa msm confusao, msm com tudo resolvido. Até que, no final de março de 2019, terminei com Roberto, pq ele tinha sido mto imaturo cmg e eu n permiti mais isso, e percebi q n fazia sentido eu ter namorado ele, até pq eu descobri mta coisa ruim dele tbm, mas n vamos entrar em detalhes (caso queiram saber, eu continuo amiga de Roberto hj em dia, pq odeio guardar mágoas das pessoas, ou eh pq sou mto trouxa, enfim).
E dps disso, Clóvis ataca novamente. Ele começou a me paquerar, quer dizer, ele nunca parou, mas foi mais forte dessa vez, e a gente foi contruindo uma relacao ao longo do ano, uma relacao mto, mas mto forte. Continuávamos bons amigos, mas a gente era REALMENTE melhores amigos mais aquele lance de paquera, até pq descobri q nunca tinha parado de gostar dele. (ss, Roberto aparentemente levou um chifre discreto, mas n vamos entrar em detalhes).
Continuando, eu infelizmente tive q mudar de colegio, por conta dos professores, q por mais q eu tirasse nota 10 nas provas eles me humilhavam junto com todo mundo, e por conta das minhas amigas, q andavam me excluindo do grupo delas. Mas minha amizade com o Clóvis foi longe dms, eu acabei dando mto em cima dele sem nem perceber direito e ele se iludiu cmg. No final do mês de Novembro, ele me pediu em namoro.... e advinha oq eu falei? NÃO Serio gente, eu disse não. Ai ai, nem eu creio, mas vamos continuar. Eu disse não por vários motivos, entre eles: 1- Não podia namorar, principalmente pq meus pais n deixam e meio q peguei trauma da historia com o Roberto (chorava todo dia pq odeio mentir, me fez mto mal); 2- Tinha medo q ele se revelasse pra mim e me magoasse, até pq ele eh super negativo e enfim; 3- medo de aceitacao da familia dele; 4- paranóias; 5- medo de começar o namoro e dps ele me largasse; 6- trauma do Roberto; 7- Ficar com depressao por conta do namoro, até pq eu fico mal vendo ele mal; 8- me arrepender.
Tá, podem parecer motivos absurdamente imaturos, mas se coloque no meu lugar, eu sou imatura gente, dclp.
Logo, Clóvis ficou de mal cmg por uma semana, n soube como aceitar aquilo. Mas dai, ele aplicou o golpe baixo dps, o mar diminuiu e dps veio o tsunami, se eh q vcs me entendem.
Ele resolveu q queria ser meu amigo dnv dps de uma semana brigado cmg. Eu achei estranho, mas aceitei ele de braços abertos, ate pq odeio guardar rancor, como disse anteriormente. Mas... ele nunca mais foi o msm, ele ficou mto estranho cmg a partir dai. Ele começou a me sacanear, a zoar dms cmg, mas achei q era coisa da minha cabeça e entao deixei neh.
Até q, no inicio de Março de 2020, era meu aniversario, e Clóvis sabe q eu amo comemorar nesse dia pq adoro festas. Entao, ele simplesmente me bloqueou. Eu n entendendo nada, fui falar com o irmao dele perguntando se tinha acontecido alguma coisa com o Clóvis, e ele me falou q Clóvis estava bravo cmg por conta do q eu fiz. Como já tinha se passado meses, eu achei q ele tinha já superado tudo isso, mas n.
Bem gente, foi ai q veio o tiro. Dps de horas sem me responder, ele me vem me desejando feliz aniversario, me chamando de corna tbm (ele tinha esse costume de me chamar assim por conta do Roberto). Mas eu n curtia mto isso, na maioria das vezes ignorava. Eu fiquei tao triste com aquilo, pq poxa, eu achei q tinha acontecido alguma coisa seria com ele ou q ele tava com raiva de mim, entao, bloqueei ele e fiquei sem falar com ele ate o final do mês. Mas já n aguentava mais, eu amava aquele cara (por mais q eu tenha feito mta coisa ruim). Perguntei pro irmao dele se estava tudo bem com Clóvis, e ele disse q ss.
Logo, me vem uma amiga dele me mandando direct pelo Insta e me falando q ele queria falar cmg. Pensei bem, e como n gosto de guardar rancor, desbloqueei ele. Se eu pudesse voltar no tempo, n teria feito isso de jeito nenhum gente, pq oq aconteceu dps parte meu coracao ate hj.
Conversei com ele e ele falou tudo oq eu queria ouvir, q sentia mto e q ele havia agido com mta imaturidade, disse q eu tava confusa com meus sentimentos e q ele devia ter me entendido antes. Ai gente, eu tinha ficado tao, mas tao orgulhosa dele! Qdo ele falou tudo aquilo, eu senti um alivio, até pq eu n precisava mais sentir aquela pontada de culpa q eu sentia todo dia. Q nada gente, o pior foi dps...
Uma semana se passou, e ele me bloqueou, sem deixar rastros. Fui perguntar pra amiga dele pq q ele tinha feito aquilo, e ela jogou um balde de agua fria em mim. Disse q eu n entendia nada e q eu tinha colaborado pra depressao dele, q eu só fiz mal pra ele e q eu devia me sentir arrependida diante disso. Eu como qualquer ser humano, tentei me defender na hora, tentando achar razao em mim, mas dps de uns meses percebi q realmente, eu sou uma monstra.
Pedi pra ele me desbloquear pra gente conversar, e foi uma burrice. Ele falou q eu tinha arruinado grande parte da vida dele e q eu q joguei ele no inferno q a vida dele eh, e mto mais coisas ruins q vcs n precisam saber.
Eu me senti acabada, principalmente pq a gente tava tao bem e eu achei q a gente ia conseguir seguir em frente sabe? Eu tinha esperança daquela amizade maravilhosa continuar com tudo. Achei q a gente ia festejar mais festas juninas, zoar, sair pros rolê, se divertir, cheirar pó de giz (KKKKK), entre outras coisas aleatorias. Sabe, eu amava mto ele, mas dps disso tudo oq eu fiz, era de se esperar q ele ia me dar esse tiro.
No inicio, eu tentei me esquecer dele, xingar ele, pensar coisas ruins sobre ele, tentar botar a culpa nele. Achei q em umas semaninhas ele ia voltar pra mim, mas n, ele sumiu...
Ate q, com esse sumiço, comecei a me dar conta do q q eu realmente fiz. Como pude ser tao cruel? Só pensar nos meus sentimentos e n nos dos outros? Como q eu consegui agir achando q era certo qdo na vdd era errado? Gente, eu comecei a me sentir, tao, mas TAO culpada, q a culpa até dói.
Eu sei q vcs devem ta pensando: “Ta, fez e recebeu, eh lei do retorno, lei da acao e reacao”. Mas gente, eu tava tentando ser feliz uma vez na vida, tava tentando ser aceita, e isso nunca tinha acontecido cmg e me confundi dms. Achei q tava fazendo o melhor qdo na vdd eu n deveria ter namorado ninguem isso sim. Mas eu n posso voltar no tempo...
Enfim, abril e maio se passaram, e eu comecei a manifestar sintomas de depressao, por conta das coisas da escola, por conta da cobrança, e principalmente, por conta dessa situacao, pq comecei a sentir mta culpa msm. Fiquei doente do estômago por conta de tudo isso e ainda to meio mal, n consigo comer como antes tbm. Tentei falar com Clóvis umas dezenas de vezes, mas msm assim n tinha papo.
Até q junho começa e me chega uma solicitacao no direct do Insta, era uma menina (vamos chamar ela de Folks), me pedindo dicas pra gravar videos, ate pq eu posto mto video no Insta pra ver se eu me esqueço de tudo isso. Comecei a conversar bastante com ela, principalmente pq ela eh incrivelmente incrivel. Ate q um dia eu tava bem bad e falei sobre todos os meus problemas com ela, e ela me disse... q ela era amiga do Clóvis.
Na vdd sempre desconfiei q ela era amiga dele, por conta de varios motivos, mas n vou ser especifica. Mas n deixou com q eu n ficasse em choque com Folks. Desde entao, ela tem tentado me ajudar a superar isso, conseguiu convencer Clóvis a falar cmg e enfim.
As conversas q eu tive com Clóvis, mais pioraram do q ajudaram, até pq ele dizia q me perdoava, mas q n conseguia nem falar cmg e nem voltar a ser meu amigo. Eu entendo ele pq nem eu to aguentando mais a minha presença. Mas, isso n deixou de doer em mim... E qdo ele me disse q tinha conseguido me esquecer e conseguiu me trocar pela Folks, foi a gota d’água...
Sabe, eu n sabia q eu podia ser trocada como um objeto, achava q era coisa da minha cabeça. Mas ele me trocou, e pela Folks ainda, q eu considerava e considero uma grande amiga...
Ah, o pior n foi isso q ele me falou. O pior foi qdo ele me disse q no inicio da nossa amizade, ele tinha intencoes ruins cmg... não, n eh relacionado a sexo ou coisa do tipo, eh coisa mais sombria. Eu n sei bem falar oq eh pq ele n foi mto especifico, mas isso me doeu tanto, pq eu sempre desejei o bem dele, por mais q eu tenha feito mta besteira com ele...
Bom, eh essa a minha historia, q ninguem sabe o final... Dclp se foi uma historia mto deprê, mas eh q eu tinha q desabafar em algum lugar, serio msm.
Gente, julguem dá forma que vcs quiserem, eh isso
Bjs <3 (vamos ver se Luba me nota, vai q ele me dá uma luz neh?)
submitted by Felicity4Now to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.20 07:20 verdumzz manchei a blusa nova do @...

Olá pra tu q lê minha história (e se chegar até ele, olá Luba e donos do canal e isso inclui as gatas)
Sim, é minha primeira vez interagindo
Sinceramente foi super constrangedor e é deveras difícil de lembrar kkk
Ano passado eu estava ¨namorando¨ um garoto da minha sala (abusivo, foi doloroso, mas isso é outra história e não vem ao caso) e ele vivia dizendo pra mim as roupas legais que ele queria comprar. Certa vez ele mostrou uma blusa linda e cara pra mim e disse q iria comprar, e ele comprou. Era uma blusa muito bonita com preto, branco e cinza, só q especificamente tinha um bolso no meio da blusa (sim, bem no torax, parecia um canguru) que era branco, lembra ai q é importante.
Quando ja tinha chegado a blusa ele tinha um amor e ciumes por ela que meu Deus e como eu sou chata não perdi a chance de usa-lá. Demorou mas ele deixou (ah praq, antes tivesse ficado nele msm). Um dia estava eu com a blusa dele, nós na biblioteca e eu precisei ir ao banheiro. Fui, fiz oq tinha q fazer, detalhe: eu tava no 1° daquela época do mês sabe. Eu voltei para a biblioteca naquele silêncio, quando tava prestes a sentar, me vem o Carls (meu m.a) e diz: MDS OQ É ISSO NA BLUSA DO FARLS? Mano, quando eu olhei eu queria me enfiar em um buraco na mesma hora. Tinha SANGUE na blusa nova dele bem na parte branca. A garotinha de 15 anos só pensou como desculpa: ah é suco, vou la limpar. É meus caros, minha melhor atuação e ninguém acreditou. Eles não disseram em voz alta oq era (no caso sangue) para o mico não ser em escala sala toda, mas ele ficaram tirando uma com minha cara enquanto eu saía. Eu desci desesperada para limpar aquela mancha q não saía, pelo menos naquele tecido era muito difícil. O Farls desceu pra me ajudar a limpar e ele tava bem preocupado com a mancha. Eu tava surtando por ser sangue de menstruação na blusa nova do meu crush (aliás a gente se conhecia bem pouco então eu ja tava esperando ele cai fora), mas ele me confortou dizendo q sabia oq era (ah pq na minha cabeça a desculpa tinha colado) e que estava tudo bem.
Deu tudo certo depois, foi tudo bem rápido mas bem traumático. A blusa ficou limpinha, eles não tocam nesse assunto se eu não tocar antes mas não perdem a chance de me zoar mesmo assim KKKKKKKK Hoje eu dou risada de nervoso de tudo isso.
Enfim é isso sempre quis compartilhar isso aqui
bjos de purpurina <3
submitted by verdumzz to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.18 08:30 rafaspbarbie A AMANTE.

Oi genty, povo tudo vocês, Lubisco, gatitas, editores, turma, galero, convidado não por que né QUARENTENA, mds to nervouser. Essa história é a história de como eu virei a amante de um cara. Como é uma história anônima, vou mudar os nomes tudo. Se preparem pois ela é looooonga
Bom, em meados de 2016, tinha voltado a estudar na Tijolinhos (nome fictício de uma escola particular em Brotas-SP) depois de repetir de ano e tal. Lá conheci a Joséfa, que virou minha melhor amiga pra vida (ou não, né?), e desse rolê todo boa parte foi culpa dela (TÔ DE OLHO JOSÉFA). Um lindo dia na escola, tava eu lá, com vontade de fazer pipi, ou só me olhar no espelho pra ver o quão bonitona eu tava, e quando tava descendo eu vi ELE, Pablo, na sua escadinha de técnico de Wi-Fi, skksksksksks ele era lindimais (bom, eu achava né) e daí eu passei por ele, trocamos olhares bem calientes, mas ficou por isso.
Logo de noite ele me adicionou no SNAP, sim, snapchat. E trocamos muita ideia, ele era muito inteligente e a gente combinava em muitos aspectos, tava xonadinha. Depois de uns dias conversando com ele, o mesmo apareceu na escola de novo, E DAÍ QUE COMEÇA A MERDA. Estava sentada com Joséfa e comentei:
Na hora eu mandei mensagem pra ele falando um monte de coisa, que era um absurdo ele namorar e falar comigo daquela forma, insinuando coisas, falando pra gente ficar e tal e que eu seria só amiga dele a partir daquilo, AHAM.
Daí entra a parte importante da Joséfa na história. A doida nada mais nada menos me chamou pra fazer vôlei com ela, e eu fui, tinha dois horários, o das kids e dos adultos, íamos nos dois. Fomos no primeiro horário, e partimos pro segundo logo em seguida. Então tava eu lá, linda e plena mexendo no celular e daí a anta da Joséfa começa a dar risada olhando pra longe, eis que me vem à imagem de quem? PABLO. Ela já sabia que ele fazia vôlei, acho que ela queria ver o circo pegar fogo, MESMO. Ele me cumprimentou todo sem graça, mas sempre trocando olhares comigo do tipo "te quero" e eu me segurando pra não pular nele ali mesmo. A gente continuou conversando normalmente, mas havia um flerte sim, mesmo que muito inocente.
Mais pra frente, decidi chamar ele pra conversar, falar pra ele que eu estava gostando dele de verdade, combinamos de conversar depois do vôlei e ele me daria uma carona até a casa dele. A conversa foi basicamente os dois se olhando na maior vontade, eu falando que gosto dele, ele retribuindo, mas também falei que não faria nada em respeito a namorada, AHAM². Durante a conversa teve troca de carícias, muitos abraços, carinhos e olhos nos olhos. Quando íamos pro estacionamento pegar a moto dele, ele me levou para um canto escuro e tentou me beijar, mas dei um abraço porquê não tava me dando por vencida. Quando subimos na moto, ele me disse que ia passar na casa dele pra pegar o carro pois seria mais confortável pros dois (o que ia ser mais confortável hein, Sr. Pablo?!), mas que não era pra me preocupar pois não teria ninguém em casa... MAS TINHA! A família toda dele tava lá, mãe, padrasto, irmãos.. entrei lá com a maior vergonha, ainda tive que ouvir do irmão "quem é essa menina estranha?" Fui pro QUARTO dele, sentei lá na cama e fiquei um tempo ali absorvendo tudo, enquanto ouvia ele falando com a mãe sobre mim, "apenas uma amiga"... sei (foi exatamente o que a mãe dele disse, não tínhamos muita credibilidade). Fomos pra minha casa e ele tentou me beijar de novo, mas não rolou, ainda achava que não daria o gostinho pra ele.
Continuamos conversando e tendo uma relação bem inocente, e era muito bom, confesso. A gente ainda ia no vôlei, ele me dava caronas, era bem discreto e bom, como aqueles romances dos anos 50 que não havia nem beijo, o sentimento se mostrava em outras demonstrações, no carinho, no toque, nas conversas, nos olhares e era bem assim, me vendo por fora da cena, veria uma garota com cabelos aos ventos sorrindo na garupa de uma moto abraçada em um cara que a fizesse sentir o amor, o vento, borboletas no estômago uma primeira vez.
Eu, Joséfa e Pablo descobrimos que teria uma chuva de meteoros na madrugada de quarta pra quinta, nos animamos muito pra ir, mas no fim iria só eu e ele... era o que eu achava, né? (Só pra constar, não havíamos beijado ainda.) Bom, ele me buscou em casa, fomos pra casa dele buscar cobertores e nisso ele me deu uma camiseta (que eu tenho ate hoje) de unicórnio. Com isso ele me disse que umas pessoas iam junto, fiquei meio assim, mas se não tinha problema pra ele, por que teria pra mim? Só que essas pessoas eram o que? A FAMÍLIA DELE. Primos, tios, tia avó (que aliás, gostou muito de mim) muitos deles achavam que eu era a namorada dele mesmo, pois estávamos muito próximos já. Durante a chuva eu só conseguia olhar pra ele, muitas das vezes ele me fazia olhar pras estrelas (não é atoa que eu o chamo de "Sr. das estrelas"), esperando algum meteoro cair, mas eu não vi nenhum. Enquanto estávamos lá, com a família dele, a gente se acariciava, ele me dava selinhos e eu juro que podia ser só isso pro resto dos meus dias com ele, pra mim estava perfeito. Fomos embora, levamos um dos tios dele pra casa, nisso ele me pergunta se eu queria ir embora já, obviamente disse que não.
Fomos para uma parte onde dava pra olhar bem as estrelas, mas naquele dia eu tava cansada de olhar pra elas. Nós paramos o carro e, naquele momento tudo parecia em câmera lenta, de olhar um para o outro, como tirar o cinto e até na hora do (finalmente) beijo. Sim, naquele momento eu virei A Amante. O beijo foi incrível, tudo se encaixou, foi o melhor beijo da minha vida até hoje, tínhamos química, minha pele se arrepiava só dele me tocar, era tudo como um conto de fadas, só que sem a parte do príncipe encantado.
Eu vivia com ele, vivia na casa dele, assistimos vários filmes, passamos por lugares incríveis, daqueles que faziam a gente suspirar e não querer parar de olhar. Cada vez mais eu me apaixonava, ele me fez sentir coisas que eu nunca senti, me fez ver coisas que eu nunca vi, me fez me maravilhar com as coisas simples, como estrelas. Mas eu sempre ouvia dele que ele sempre era o coitado, de como a Jurema (a tal da namorada) era ruim com ele, das vezes que ela traiu ele, das vezes que ela o tratou mal, mas mal sabia Jurema o que ele fazia também, mal sabia ela o quanto eu me sentia mal por isso. Sempre coloquei na minha cabeça que não tinha motivos para trair, mas que eu me conformei com a situação, achei que, dessa vez, tava tudo bem, até porquê eu tinha ele, né?
Como o tempo, tudo se passava, ele me fazia promessas, me prometia terminar com Jurema, que seríamos felizes, ja estava enjoada de ser rotulada como A Amante, não só por mim, mas por ele, por Joséfa também (que passou vários momentos de vela entre eu e Pablo). Numa dessas fui até na casa da avó dele, joguei truco com sua família, beijei ele na frente deles, (um deles lembra de mim até hoje, fala comigo como se eu fosse a ex oficial dele kkkk). Numa outra saímos com um dos seus amigos, nesse dia descobri que a nossa música era aquela lá, a tal da Cataflor do Tiago Iorc, aquela que toda vez que ouço lembro do dia em que eu ouvi pela primeira vez. Esse tal dia estávamos eu e Pablo em sua casa quando ele recebe uma ligação do seu amigo falando que ele queria vê-lo, Pablo falou que estava com uma "amiga" e esse amigo, o Gerson, disse que tudo bem eu ir junto. Entramos no carro, cumprimentei ele, e logo ligamos o som do carro ouvindo Tiago Iorc num tom bem doce, todos cantando e, no momento que esta começou a tocar, ele segurou a minha mão e disse:
-Ok.
Nisso começa a letra, não era atoa que eu me apaixonei, um cara que disse que me daria todas as flores no mundo mas que nenhuma delas chegava a ter a beleza que eu tinha, que a natureza tentou imitar 'tamanha' beleza mas que falhou, pois não tinha como ter algo tão bonito quanto. Como eu não me apaixonaria? Eu também não sei responder essa.
Logo após um tempo, comecei a cobrar o término dele e ele sempre me dizia que era muito difícil, pois era um relacionamento muito longo (3 anos). Pois bem, um mês depois disso ele terminou, viajou pra cidade dos primos dele, foi em várias festas, beijou várias meninas e depois que voltou, me buscou em casa, fomos pra um dos "nossos" lugares, ele sentou comigo e me contou tudo, das meninas, de quem ele teria ficado, como que ele estava amando ser solteiro e tudo mais. A ficha não tinha caído, ele realmente estava solteiro, não devia mais nada à ex, mas ao mesmo tempo parecia que ele não devia nada à mim também, que o cara que falava aquelas coisas, me fazia sentir aquelas coisas e falava que era apaixonado por mim havia sumido junto com o término dele. E. ISSO. DOEU. MUITO. Ficamos naquele dia, mas eu fiquei extremamente desconfortável, cheguei em casa e chorei por horas, do tipo "será que aquele cara nunca existiu?". Nos afastamos cada vez mais, e cada dia que passava a única oportunidade de ver ele, eu não via.
Teve uma festa, a Semáforo, foram todos meus amigos, me diverti pra caralho, dancei por bosta e por fim, ele estava lá, fiquei com ele várias vezes, fiquei com a Joséfa também (pela primeira vez), demos um beijo triplo, ficamos por maior tempão juntos, até subi no colo dele quando ele tava deitado no sofá kkkk, hoje em dia isso é de boas, mas na época muita gente me julgou. Depois disso nos afastamos de vez.
Umas semanas depois, estava na aula de artes, (na qual a professora era madrasta do Pablo) quando a professora diz:
Olhei pra Joséfa na hora e fiquei muda, aquilo partiu mais ainda meu coraçãozinho. Mas o que não era pra ser, não ia ser, não é?
Bom, gente, essa foi a minha história. O Pablo continua com a Múmia, mas não adianta ter uma aliança no dedo DE NOVO, e ainda olhar pra mim com a mesma cara de apaixonado de antes, vir me seguir nas redes e ainda dar em cima de mim, TÁ PABLO??? VÊ SE APRENDE A RESPEITAR A SUA MULHER, BEIJOS.
Um beijo no core de vocês, espero que tenham gostado, xau.
submitted by rafaspbarbie to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.15 16:22 mariaecs O DIA EM QUE KIMETSU NO YABA JUNTOU DUAS PESSOAS

Holla Luba, Luno, Luna, editores lindos e maravilhosos, Misty, Galadriel, papelões mortos e pekeano rives (sla se é a assim q escreve e tô cagando pra isso) e turma q está a ver. (Sou Goiana e somos conhecidos por não ter sotaque ou por puxar muito o r mas quando puxamos o r colocamos um N no final, nn me pergunte pq, fica tipo um rnnn, provavelmente ngm entendeu mas vamo pra história).
La estava eu em mais um dia normal da minha vida, eu tinha acabado de assistir Neverland (um anime mucho legal) e tava procurando um anime novo pra assistir, até q a Crunchyrool joga um anúncio na minha cara de um anime chamado Kimetsu no Yaba e eu quase chorei de ver a qualidade da animação (mds tô me tornando uma otaku) aí eu pensei: bora assistir neh, até q eu recebi uma notificação em my celular e era meu amigo me convidando pra sair pra assistir um filme, mas eu recusei falando q eu ia assistir anime e não tava afim. Como foi esse amigo meu q me apresentou o mundo otaku, eu tive a brilhante ideia de chamar ele pra minha casa e falei q ia chamar a Zarls tmb (uma amiga nossa) pra maratonarmos juntos, mas ele falo q não precisava chamar a Zarls, eu perguntei pq e ele disse q não era nada e q podia chamar ela, eu como uma pessoa lerda mas nem tanto, tinha começado a entender a dele mas achei q era coisa da minha cabeça. Aí tá, ele e a Zarls chego aq em casa neh e assistimos 3 eps(fiquem calmos, não darei spoilers) até q o Barls (vamos chamá-lo assim) falou q ia beber água e foi pra cozinha. Passou um tempo e ele me chamou na cozinha falando pra mim ajudar ele a encontrar um negócio lá q eu esqueci oq era e eu até estranhei pq eles vinham direto aq em casa e eles já conheciam a casa bem. Quando eu cheguei lá ele disse q precisava me contar uma coisa, eu já fui ligando as coisas e falei pra ele:
Barls, eu já sei, mas eu não quero te iludir, eu não gosto de vc assim e te considero um irmão, espero q isso não estrague nossa amizade.
Ele me olhou com uma cara de desintendido, até q ele entendeu oq tinha acontecido e ele falo q nn, não era isso q eu tava pensando ele me chamo pra fala q gostava da Zarls e q queria minha ajuda pra ficar com ela. Lubixco do céu, vc não sabe a vergonha q eu fiquei na hora e ele riu de mim, mas dps falo q entende pq eu pensei isso e q tava tudo de boa. Eu falei blz, eu ia ajudar ele e voltamos pra sala e passamos a noite toda só maratonando Demon Slayer e eu saí do meio do sofá(eu tava separando os dois) e fui pro canto fica de vela, acabo q eu me apaixonei pelo Zenitsu e nem prestei atenção nos dois.
Então foi isso lubixco, eles tão namorando hj em dia e continuamos amigos. Conclusão: eu sou uma iludida q vai morrer sozinha. Espero q tenha gostado
submitted by mariaecs to TurmaFeira [link] [comments]


2020.07.13 05:23 joo4nie Não consigo esquecer esse garoto.

Eu sempre fui uma pessoa que acaba se apegando demais nas pessoas e nesse momento isso ta me prejudicando muito.
No ano de 2019 eu entrei no ensino médio, escola nova, em um lugar novo, onde eu não conhecia absolutamente ninguém, foi meio assustador no começo, mas com o passar do tempo fui fazendo alguns amigos. Eu nunca fui uma garota de me envolver com muita gente, apesar de ser muito engraçada e conseguir me sociar bem com as pessoas, quando a questão é namoro eu sou péssima. O ano tava rolando e na escola eu não tive interesse em ninguém pq naquele momento isso não parecia importante, até que um dia quando eu estava entrando no metrô pra ir pra casa com a minha amg, me deparei com um garoto que me chamou a atenção, percebi que ele tava com o uniforme da minha escola e sem nem perceber quem ele era eu já tinha gostado dele. No outro dia fiquei procurando esse garoto pela escola toda, só que eu não conseguia me lembrar do rosto dele, pq no dia anterior ele estava de capuz, após dias e dias, eu e minha amg vimos alguém que parecia muito com ele e fomos tentar pegar o número. Óbvio que não pedimos pessoalmente, mas a gente "conhecia " um dos amigos dele, que na bio do insta tinha o número. Assim chamamos o amg dele. Foi muito engraçado pq a gente não queria falar quem éramos, ou mostrar foto nossa, só que no fim tivemos que mostrar e eu consegui o número dele. Eu demorei pra chamar pq estava com vergonha, mas no fim chamei, bem no dia do aniversário dele(mds nunca vou esquecer esse dia) papo vai papo vem, eu achei ele legal pra caramba, ele gostava das mesmas coisas e animes do que eu e talz, e depois de vários dias de ligação, na hora do intervalo ele e o amg dele vieram falar cmg e com a minha amg, foi tão constrangedor mas tão engraçado kskskkslsls, a gente riu e tals e eu percebi que já tinha um sentimento por ele. Ele pedia pra ficar cmg( indiretamente), mas como eu só tinha ficado com meninas na minha vida tava muito insegura então sempre dava uma desculpa. E assim foi, metade de 2019 a gente conversava, as vezes ia embora juntos, mas nada de ficar, kskksls parecia até um webnamoro, pq a gente se falava mais por mensagens do que pessoalmente. Até que percebi que ele começou a ficar estranho, e ele sempre perguntava se eu queria ter algo com ele só que as minhas inseguranças sempre falavam mais alto e eu sempre respondia " não tenho certeza "ou algo do tipo, só mentiras, que eu me arrependo tanto. Depois de dias dele não me responder até semanas eu decidi falar a verdade(Se declarar e tals), lembro que era uma sexta feira ( estudava de tarde) depois da escola, tava chovendo ainda eu fiquei esperando ele na estação, mas não conseguir achar ele, quando cheguei em casa mandei mensagens mas talvez seja impressão minha, pareceu que ele respondeu meio grosso. Ta final de semana passou e na segunda eu encontrei ele pela escola, mas nada, até que no final do dia minhas amgs foram pra fila pra pegar a janta e eu fiquei ali com elas, vi de canto de olho que ele e algumas pessoas estavam atrás de mim na fila. Até que eu escutei um garoto falando "Nossa vcs são tão lindos juntos. " e eu consegui ver que ele tava de mãos dadas com outra garota. Ele tava namorando. Me segurei na hora, mas depois chorei, chorei muito e estava me sentindo culpada, pq nesse tempo todo eu dei a impressão que eu estava iludindo ele, eu fui tão babaca com ele, que odio de mim.
 Tempo passou e eu fingi que tava tudo bem, fingi que superei, mas isso é uma mentira. No meio de 2020 eu troquei de número e mandei mensagem pra ele pra add o novo número, mas ele me deu block. E agora ??? Agora eu não consigo esquecer ele, vejo que a culpa é totalmente minha, e só fico querendo mudar o passado. As vezes quero tanto mandar uma mensagem, mas aí lembro q ele bloqueio kskskskks, não sei se isso é bom o ruim. Mas é isso skskks, só queria soltar isso pq eu tava segurando por muito tempo. Obrigada pras 0 pessoas que leram até aqui. E dcp por estar longo 
submitted by joo4nie to desabafos [link] [comments]


2020.07.01 06:04 Rafael-sulizx O pior mico da minha vida ;-;

Hey lubinha, editores, gatas e turma que está a ler Então...
hoje eu vim contar um mico que aconteceu cmg e isso foi na escola :D
a histora é grande mas vale a pena
esse foi o pior mico que eu ja tive na minha vida mds que trauma'-'
Então, Esse ano eu mudei de escola esse ano pois fui pro 6º (sim eu tenho 11 anos) e meu melhor amigo e melhor amiga tbm, Fiquei muito feliz com isso pois nós temos 4 anos de amizade. Tudo de boah até então mais eis que na 2º semana de aula eu estava andando de boah por ai quando do nada olho pra fila da cantina e vejo um menino LINDO
então se passou uns 5 minutos de eu olhando para ele e fui correndo contar pro meu melhor amigo todo animado e falando
" ZIPÉR (vamos chamar ele assim) EU TAVA NA FILA DA MERENDA E VE UM MENINO LINDO TIPO VC PRECISA VER! '' Então ele foi comigo ver o menino ent eu apontei quem era e ele olhou e falou "Aquele menino é meu melhor amigo e meu vizinho :0''
então eu fiquei tipo NÃO CREIO e falei "MANO ME APRESENTA PRA ELE PLMDS" ele falou ok
(OBS: Na minha escola tem 3 recreios pois é periodo integral então tem 3 recreios um de 20 minutos, um de 1h e o ultimo de 20 minutos
fiquei os recreios inteiros só olhando pra ele quando todo apaixonado (Sim eu comecei a gostar dele sem nunca ter falado com ele e na primeira vez que eu vi ele e por sinal ele tem 15 anos e eu 11) :D
uma semana depois no primeiro recreio do nada eu cheguei nele e falei "Ah eu sei que talvez vc não saiba que eu existo mas vc pode me encontrar no 2º recreio? Ele riu e falou "ok" (vamos chamar ele de calrs)
Quando eu tava pronto a cada passo que eu dava era a mesma coisa, uma crise de anciedade imensa e passei mau e depois fiquei reclamando até o final da aula o quanto minha vida é uma merda e meu intestino é uma merda por ter vomitado naquela hora
alguns dias depois minha outra mlhr amiga falou: Fala pro calrs que vc gosta dele
É agr que a desgraça cmc :D
Depois de 20 minutos enrrolando a irmã dela q tbm é minha melhor amiga me levou la e falou "ele gosta de vc" Eu sai correndo ele nem escutou, Ela me buscou, Ele tava passando do meu lado e eu pensei " se n for agora n vai nunca" Então em panico eu sai gritando CALRSSSSS E PULEI NO BRAÇO DELE e falei q gostava dele, obviamente ele ficou assustado e falou andando meio puto "eu ja to namorando algm"
meu coração tava super acelerado e eu tava tremendo muito, abracei minha mrlh e ela percebeu isso e depois falou "F no chat rafa"

POREM ISSO NÃO É O PIOR ;-;
Alguns dias depois eu tava no recreio pleno e o ziper me chamou pra ir com ele (ele tava com o calrs) E o ziper depois pegou meu braço e estendeu minha mão pro calrs e ele encostou a mão dele na minha tipo um toque e eu todo iludido sai correndo por ai quase explodindo de felicidade achando que ele tinha pegado na minha mão fui falar pra sun "SUNN VC N VAI ACREDITAR NOQ ACONTECEU O CARLS PEGOU NA MINHA MÃO O ZIPER VIU MDS TO SUPER FELIZ AHH"
quando eu olho para tras O CARLS ESTAVA LA ME OLHANDO RINDO E QUANDO EU OLHEI PRA ELE, ELE SAIU ANDANDO E RINDO, Nessa hora eu só queria sumir de tanta vergonha ent pensei "pq n me tacar no chão?'' Eu me taquei no chão com tanta força que estava segurando no braço da minha amiga e ela caiu cmg, eu cai em cima dela e dps n quis levantar de vergonha, Nisso o ziper chegou e veio falar cmg e eu ali uns 5 minutos no chão e eu n queria mais sair dali de tanta vergonha ent fiquei uns minutos ali. ai depois o ziper mostrou pro calrs as fotos que eu tirei dele escondido (msm ele ja sabendo das fotos) (OBS: o ziper consegui desbloquear meu celular com a digital dele pq eu coloquei a digital dele no meu celular) depois fiquei o dia inteiro chorando e sempre que lembrava daquilo ficava morrendo de vergonha e ficava com vontade de chorar dnv
(OBS ; Eu ainda gosto dele ;-; ) Teve MUITA mais coisa mas se eu contasse iria ficar enorme pois oque aconteceu cmg depois que eu conheci aquele garoto virou uma novela mechicana mas enfim é isso lubixco espero q tenham gostado >30
submitted by Rafael-sulizx to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.17 06:52 bertol586 - CORNO NA OITAVA "ADORMECIDA" -

_Uma história de nice girl, corno, traição, e muita treta_

Um oi para luba,editores,espírito dos papelões, SUPOSTOS convidados e turma que está a ver, aqui vai a história do:
Sou das terras pampeãnas tchê, se quiser ser xenofóbico eu aceito.
Bem, eu tinha me mudado pra um colégio novo, em uma cidade nova.
Alguns meses depois de estar bem acostumado com a vida nova, quando saia de uma colada sobre uma conversa q estávamos falando, MAS essa colada me rendeu os piores meses restantes do meu ano.
Saindo da colada e me deparei com a menina q vou chamar de gótica rabuda tinha chegado na minha sala para fazer uma campanha lá, mas n queremos saber disso, queremos saber do meu sofrimento. Eu trouxa do jeito q sou quando vi ela pensei, "hm pq n chegar nela?"
Demorou mas aconteceu, quando depois de algumas semanas comecei a me aproximar dela, ela era realmente muito legal, gentil, inteligente, tudo de bom até ali, CRL agora bateu uma bad hein, lembrei q n beijo faz tempo pra crl.
Voltando a história, depois de uns meses eu virei o melhor amigo dela, e eu MUITO bom aluno como sou fui matar aula com ela, ela me levou para casa dela, adendo até eu então eu era virgem EM TUDO, na casa dela a gente se beijou, quase transamos, se n fosse minha paranóia de os pais dela estarem "quase chegando".
No final fomos pegos no ato, como eu tinha previsto...
A gente foi pego e levamos um baita de esporro do todo mundo.
Mas a história n acaba aqui.
A gótica e eu começamos a namorar.
Mas, quando começamos a conviver um com o outro, é... Não deu certo, n msm. Mas o bovino aqui queria insistir.
Então dps de vários meses com uma relação tóxica da parte dela. Fazendo tudo pra me desmotivar.
Fui convidado para o seu aniversário de quinze anos. Nesse aniversário íamos posar em um hotel, (o bagulho era tão chique q meu padastro comprou um carro novo pra gente ir. Custou a vida dele, tá pagando até hoje)
Enfim, no final do dia eu já tinha percebido q a relação dela com o seu primo era um tanto quanto, no mínimo diferente.
Naquele dia eu n consegui dormir, seu pai quando levantei o pai da rabuda estava de vigia na porta do quarto dela, quando ele saiu eu continuei, um tempo depois o primo dela saiu todo sorrindo do quarto, quando ele me viu de vigia, ele deu uma brochada no olhar.
Naquele momento eu me toquei, eu estava sendo corno n só com ele, mas muitas outras vezes, por isso o nome da história. Eu deixei ele comer ela. E foi oq aconteceu, os meus pais tinham o quarto bem do lado. Quando eles me perguntaram oq eu e ela tínhamos feito ontem de noite eu dei o xeque mate na vadia.
Ela tava me traindo SIM!
O melhor, depois de algumas outras pessoas namorando, a maioria delas quando eu perguntava sobre a rabuda diziam q tinham pegado ela, e quando perguntava QUANDO, várias e várias diziam um tempo q batia no tempo q eu ACHAVA q eu namorava com ela.
Eu como gado nível god q sou, ainda tentei perdoar ela, mas eu percebi q tava me apaixonando dnv, e n ia dar certo, então cortei relação totalmente.
É isso luba, gatas espíritos de papelões, editores e toda turma, mas mds.
Mas assim, tenho MUITAS histórias, então se quiserem eu conto mais, bjs.


7%9:5-1,98=3>0
submitted by bertol586 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.09 04:40 Astarter_ Fui babaca ao descobrir o meu primeiro chifre?

Olá luba e pessoas que estão a ver.
Bem, a minha história ocorreu ano passado quando eu comecei a namorar um menino (vou chama-lo de P). Então, antes da gente começar a namorar eu já gostava de outra pessoa (vou chama-lo de N), mas como eu não tinha coragem de falar com ele o meu fogo no c* me levou até o P, que era bonitinho até. P tinha chegado em mim antes e tava puxando conversa eu fui na dele e não escutei meu melhor amigo (que na época era muito ciumento, mas mesmo assim me arrependo de não ter ouvido ele). Depois de não muito tempo, eu estava apaixonadinha por P, e ele me pediu em namoro e eu trouxa aceitei (ele ficava me dando muito mole, mds pq eu fui aceitar?). Nós estávamos namorando, tava tudo certo e bonitinho. Acho que por muita carência eu queria ficar toda hora perto dele. E há mais uma coisa, quando eu comecei a namorar com P, eu falei com N e acabou que nós ficamos amigos pois ele era uma pessoa muito gente boa e eu achava o sotaque nordestino dele muito fofinho. Mas infelizmente eu parei de falar com ele por causa de P, pois P me contou que não gostava de N e eu não sabia o pq a maioria da sala odiava N (Todos eram da mesma sala). Mas depois de um tempo, P começou a ficar estranho comigo, ficava me afastando e tudo mais. Teve um dia que eu tentei falar com ele, pq eu sabia que ele tinha problemas com o pai dele (que batia nele sem motivo e tals) e eu estava realmente muito preocupa. Mas ele me empurrou e foi pra longe de mim, sentando em um banco, uma amiga dele (Vou chama-la de G) foi e se sentou com ele e o abraçou. Eu fiquei muito triste e comecei a chorar(não só por esse motivo, pois tbm estava com problemas em casa), mas ai o N chegou e começou a me consolar, achei muito fofo da parte dele e me senti um pouco melhor. Alguns dias depois, eu e P já não estávamos nos falando mais como antes, resolvi ir falar com ele pra esclarecer a coisas, pois eu estava com um sentimento ruim. Ele terminou comigo sem mais e nem menos, e eu só falei: Ok (Mas no momento eu estava pensando: pau no seu c* então). Uns dia depois um amigo meu falou que viu P e G se pegando (Na época que a gente ainda tava namorando) e eu fiquei muito puta da vida. A minha vontade era de voar no pescoço de P (pq eu não curto esse lance de traição), mas como eu não sou uma pessoa agressiva eu não fiz isso. Eu bloqueie P em todas as redes sociais. O único problema e que eu via aquele otário todos os dias na escola. Depois eu descobri que P e G estavam namorando e pensei "bem, eles se merecem". Um dia G veio falar com meus amigos e eu a olhava friamente. Do nada ela soltou pra mim "Vc não gosta mesmo de mim, não é?" meus amigos me olharam e eu respondi "não gosto, algum problema com isso?" e me afastei pois não aguentava mais olhar para cara dela, pois ela sabia que eu e P estávamos namorando naquela época e mesmo assim ela decidiu pegar ele. Eu sofri bastante, mas estou bem melhor sem ele. Eu passei o resto do ano ignorando eles friamente pq eles não mereciam nem um pingo da minha atenção. E outra coisa, eu encontrei G chorando por causa de P do mesmo jeito que eu chorei da outra vez, (ou seja, já sabe neh) e rir( me desculpa mas eu ri da desgraça alheia).
Enfim, é isto, me desculpe pelo texto grande. Te amo Luba <3
submitted by Astarter_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.06.06 15:48 0live_0il__ O "Amigo" Tóxico que destruiu minha vida

(Se puder não mostrar meu nome em video, ficaria feliz... (tmb nem sei se vou aparecer xD))
voz de garota de 14 anos
Olá Lubixco, editores e convidadox. Hoje eu vou contar a história de uma amizade que durante 4 meses conseguiu destrui minha vida. Bom, devo dizer primeiramente que eu estou em um relacionamento (inclusive vamos fazer 1 ano já no dia 11 de julho kkkk) e esse dito relacionamento começou tudo porque eu pedi para um amigo meu (vamos chamá-lo de Tony) se me conseguia arrumar alguém (oh o desespero da minha pessoa ;_;). O Tony falou que ia ver o que conseguia fazer e no final acabou me indicando o seu melhor amigo: um garoto estrangeiro da nossa escola. Os nossos gostos eram todos em comum e tals então no último dia de aulas a gente começou a se falar (Já agora, sou de Portugal, então o final da escola é em Junho e só começa novamente em Setembro). Tempos depois o nosso relacionamento começou, e tava tudo indo super bem. Até que em dezembro o Tony veio me dizer que o Luca (vamo chamar meu namorado assim kkkk) tinha me traído com uma das minhas amigas. Eu fiquei chocada e não podia acreditar (btw, essa menina era uma que eu já vinha tendo ciumes faz tempo). Quando o Tony me falou disso ele disse que eu não podia falar com o Luca sobre isso porque se não a amizade deles os dois iria ser arruínada. Eu fiquei muito incomodada com isso, mas ainda assim não falei nada para o Luca porque não queria estragar a amizade deles os dois. Depois de um tempo o Tony havia mudado de ideias falando que eu deveria acabar com o Luca mas que não podia referir a traição... Eu recusei logo, porque percebi que havia algo que não estava certo. Mesmo eu tendo recusado uma vez o Tony não parava de me chatear até que ele chegou no ponto de ME LIGAR NO MEIO DA NOITE chorando e falando que "não suportava ver que eu não estava ligando nenhuma por ter sido traida, e que ele iria 'fazer merda' (AKA s*ícidio) por eu não acabar o meu relacionamento". Mano, eu só fiquei falando para ele se acalmar e que eu preferia continuar nesse relacionamento. Depois de uma longa conversa eu acabei entendendo que ele estava interessado em mim (Estando ele ainda a namorar).
Tempos depois ele acabou o seu relacionamento por motivos que eu não vou mencionar aqui (porque mesmo já não tendo qualquer laço de amizade com ele, eu tinha lhe prometido que não falaria a ninguém o motivo deles terem terminado, e promessa nunca deixa de ser promessa, não é meixmo?). Bom, depois que eles terminaram o Tony ficou cada vez mais grudante e tóxico comigo... Ele criava discussão por tudo e por nada, ficava pedindo chamada toda a hora, e chegou até no ponto que não me deixava sair com o Luca! Tipo, deixar ele deixava, mas quando eu saía ele ficava me mandando msg tipo "Onde você foi?" "porque não me avisou?" Ou então até mesmo quando eu avisava que ia sair, ele ficava super amuado e "sad"... Depois começou a quarentena. Bom, na quarentena eu não suportava ficar longe do Luca por tanto tempo, então às vezes eu saía de casa de madrugada e ficava andando de mãos dadas pela minha aldeia e tals. Mas, adivinhem só? O Tony criava discussão comigo por eu sair com o Luca, sendo que o Tony queria tmb sair comigo... Enfim, eu não tenho as prints (por motivos q vão ser explicados mais à frente), mas eu não conseguia aguentar mais tudo aquilo, então lhe mandei mensagens falando que já não aguentava mais tudo aquilo e que só queria ter um pouco de liberdade. Ele retribuiu falando coisas como: "Então é assim? Não se esqueça que você só está namorando graças a mim! Como você é mal agradecida! Agora quer saber? Eu vou acabar com o seu relacionamento, vc não merece mais ele". Eu fiquei super chocada com o q ele tinha falado e pedi pra ele se acalmar. Então ele disse que queria resolver as coisas pessoalmente, e para isso a gente iria se encontrar na madrugada da noite seguinte. Eu recusei de imediato pois não queria ver a cara dele novamente, mas depois de ele ter implorado e referido o Luca novamente, eu acabei por aceitar. Eu estava sob tanta pressão e ansiedade que acabei ponderando fazer coisas terrivéis comigo...
Bom, a dita madrugada chegou, a gente se encontrou perto de uma floresta que tem naquela aldeia e fomos para um sitio mais afastado (q era a uns 20 minutos do centro da aldeia, dentro da floresta na zona dos piqueniques (sim, havia uma zona com mesas de piquenique no meio de uma floresta)). Lá a gente começou a falar. Ele ficava dizendo que me odiava e que iria estabelecer regras: A primeira regra era que eu não podia falar disso tudo a ninguém, só poderia falar com amigos de outros países que eu tivesse a certeza que não teriam contacto com o Luca. A segunda regra era que eu tinha de fazer tudo o que ele dissesse. E a terceira regra era que se alguém estivesse desconfiando demais, eu deveria falar com o Tony e aí ele ia me dizer o que fazer. Depois disso ele pegou o meu celular e apagou todas as nossas conversas, para não correr o risco de eu mostrar nada pra ninguém. E em seguida foi na minha galeria procurar por um nuds meu, mas como eu não tinha (pq ja tinha apagado minha galeria para ter espaço livre) ele falou para eu tirar a camisola. Eu fiquei tipo "WTF?" e obvio que eu falei que não. Mas depois ele falou que se eu não fizesse isso as consequências seriam muito piores e ele iria acabar com o meu namoro. Então eu fiz tudo o que ele falou, e no final ele tinha uma foto minha (Luba, espero q c tenha entendido ao que me refiro ;-;). Aí ele falou que se eu contasse para alguém, ele iria mostrar aquela foto...
Depois a gente tava voltando para casa e ele falou "[Meu nome], vc sabe q vc não merece alguém que te traia (Se referindo ao Luca), e saiba que eu nunca te trairia...", ai ele veio me dar um abraço falando "eu não te odeio, pode ficar com tudo o que eu te dei" eu apenas fiquei em silencio, e continuei andando depois desse abraço. Quando chegamos no centro da aldeia ele falou q ia me dar 6 meses para eu poder "ser uma amiga melhor" (exato, pq toda a vez q a gente descutia ele falava que a culpa era minha, pq eu é q fazia toda a merda) e ai me deu outro abraço para se despedir de mim. Eu mesmo assim, pra tentar evitar mais treta e evitar chegar tarde a casa, pq já eram quase 5 da manhã, falei que iria tentar ser uma pessoa melhor, então aceitei esse negócio de 6 meses (plo menos seria meio ano sem problemas relacionado com ele, certo?)
Bom, depois disso eu fiquei finalmente livre, mesmo q só temporáriamente... To com medo de chegar setembro (6 meses depois de março), sei que algo mau vai acontecer...
Mas tá, essa foi a minha história, desculpa ser muito longa, tentei até mesmo tirar certas partes "desnecessárias" e ainda ficou assim esse testamento mds kkk Desculpa tmb se teve falhas no pt-br ;-; Bjs de Portugal <3
submitted by 0live_0il__ to TurmaFeira [link] [comments]


2019.09.24 21:12 Mybion Tô apaixonado

É minha primeira vez desabafando aqui, eu sinceramente acho que nenhum amigo(a) meu liga mais pro que eu digo, enfim. No meio das férias desse ano eu conheci uma garota diferente, eu já conhecia ela de vista mas nunca nos falamos até um dia que fomos em um churrasco e começamos a conversar e logo ficamos muito próximos, com o tempo comecei a desenvolver um sentimento amoroso por ela e comecei a me sentir diferente, nenhuma das vezes que eu me apaixonei foi assim, o que eu sinto por ela é diferente. Conforme o tempo foi passando isso foi ficando mais forte e sabe quando vc abraça uma pessoa e se sente até mais leve? vc fica meio bobo de certa forma, só entra no wpp pra responder essa pessoa (não vou ficar me estendendo em detalhes). Esse final de semana foi horrível, sábado a noite eu fui pra uma cidade vizinha beber com os meus amigos, nisso eu recebi uma mensagem dela dizendo "fui pedida em namoro" eu li e fiquei meio que sem chão e comecei a beber muito, dei PT, no dia seguinte eu tava tomando soro pq eu tava muito mal e ela me respondeu "Oi, bom dia, sim eu aceitei, tava com medo de como vc iria reagir" fiquei completamente sem chão e muito triste, muito mesmo. Ela começou a me perguntar o pq eu tava estranho e que não era pra eu esconder nada dela, pra ser sincero, então eu joguei a verdade na mesa e ela ficou tipo "não esperava por essa", ontem de noite a gente acabou entrando no mesmo assunto e eu disse que era difícil pra mim tudo isso, eu gostar dela e ela estar namorando, ela pediu desculpas e disse que não queria me fazer mal e que se sentia culpada por ter feito eu criar esse sentimento. Hoje no intervalo uma amiga nossa foi fala comigo de disse que a "fulana" queria falar comigo, eu disse que não queria falar com ela e que sinceramente não tinha nada pra dizer, mesmo assim ela me convenceu e eu fui falar com ela, conversamos e eu chorei um pouco quando disse que nunca tinha sentido algo assim, ela me abraçou, saímos andando e conversando (nada muito relevante) na frente da sala dela ela me abraçou do jeitinho dela (mds cara q coisa maravilhosa) e disse "fica bem" entrei na minha sala e conversei com as minhas amigas sobre oq eu deveria fazer, elas disseram que se ela foi pedida em namoro não foi algo do nada como de um dia pro outro (coisa que eu estava achando que aconteceu pq até então a gente era muito amigo, se ela tivesse alguém assim na vida dela teoricamente ela deveria me contar) que eles já tavam ficando a um tempo e é isso. Eu tô muito abalado e sem nenhuma motivação, eu gosto muito dela e eu não sei oq fazer
PS: a uma semana atrás a gente foi em uma festa e conversamos sobre ficar, ela disse que estava esperando eu tomar a iniciativa e eu disse que não achei que ela fosse querer algo, então essa ideia surgiu na nossa amizade, coisa que só fortaleceu o que eu sentia por ela. Eu espero que entendam tudo, qualquer dúvida é só me perguntar. Desculpa por qualquer erro ortográfico, Obrigado.
submitted by Mybion to desabafos [link] [comments]


NAMORANDO UM BANDIDO Namorando um AMERICANO! TAG: Daniel responde!! ATIVE A ... NAMORANDO UMA MULHER GORDA - YouTube NAMORANDO UM... CACHORRO! [ALERTA DE SENSUALIDADE] Estou namorando um seguidor???? MC Bruninho Cantando Sua Nova Música - Vídeozin ❤️ MD LOTTERY MIDNIGHT MIX!

Posso fazer o PhD depois do MBBS? Médico

  1. NAMORANDO UM BANDIDO
  2. Namorando um AMERICANO! TAG: Daniel responde!! ATIVE A ...
  3. NAMORANDO UMA MULHER GORDA - YouTube
  4. NAMORANDO UM... CACHORRO! [ALERTA DE SENSUALIDADE]
  5. Estou namorando um seguidor????
  6. MC Bruninho Cantando Sua Nova Música - Vídeozin ❤️
  7. MD LOTTERY MIDNIGHT MIX!

Tô assim, Procurando Um Amorzinho Pra Mim ️ Tô assim, Procurando Um Amorzinho Pra Mim ️ Tô assim, Procurando Um Amorzinho Pra Mim ️ #mcbruninhocantando. Entre em contato por: [email protected] Adquira o Batom Jéssica Lopes para Tblogs: https://www.tblogsshop.com.br/batom-jessica-lopes-matte.html Br... Namorando um criminoso Dia de Paula - Duration: 5:30. Dia de Paula 255,169 views. 5:30. 50+ videos Play all Mix - NAMORANDO UM BANDIDO YouTube; Mix ... E OUTROS JOGOS! :3 PLAYLIST! http://bit.ly/DropsFTG CLIQUE e Seja FODA! http://bit.ly/SejaFoda Twitter: http://twitter.com/feeeelps Extensão do canal... MD scratch Jedi Po box 744 North East MD. 21901 Please send any questions via email to [email protected] These videos are for entertainment purposes only, so please play responsibly! Faaaaaala pessuuuuuual, okay? Hope so!! At the request of many, this is the first video with Daniel, and he is answering questions about our relationship. I ... This video is unavailable. Watch Queue Queue. Watch Queue Queue